top of page

DESMISTIFICANDO  CUBA

Pontos importantes

  • Como se deslocar em Cuba?
    Talvez essa seja uma das maiores dificuldades de quem vai viajar para Cuba. Mas, por incrível que pareça, os deslocamentos internos na ilha são bastante simples. No entanto, por conta da pandemia alguns serviços ainda não foram retomados, inclusive os voos internos. Sendo assim, as melhores opções são os táxis ou ônibus. ​ Os deslocamentos em ônibus são feitos pela Viazul. A empresa pertence ao governo cubano e atende a maior parte das cidades. Nos trechos em que não há ônibus, é preciso combinar mais de uma linha ou, até mesmo, um táxi. As passagens podem ser compradas diretamente no site da empresa, via cartão de crédito. Para comprar e/ou saber os trechos atendidos, clique aqui. ​ Para quem deseja mais conforto, os deslocamentos podem ser feitos em táxi. Na Vou pra Cuba temos uma equipe de motoristas parceiros, todos devidamente registrados e regularizados pelo governo cubano. Nessa modalidade de transporte o motorista busca o viajante em seu local de preferência e deixa em seu local de destino. Também podem ser combinadas paradas durante o trajeto, city Tours e passeios. Apesar da maioria dos voos internos estarem fora de operação no momento, há alguns destinos que são atendidos por empresas cubanas de aviação, como, por exemplo, o trecho Havana a Santiago de Cuba, uma das mais longas distâncias a serem percorridas.
  • Como ter internet em Cuba
    Ao contrário do que muitos pensam, tem internet em Cuba! A velocidade e a qualidade da conexão não são as mesmas que estamos acostumados no Brasil. Mas sim, há formas de você ficar conectado durante sua viagem sem precisar gastar com Roaming. ​ ​Nós, da Vou pra Cuba, precisamos estar sempre conectados. E, somos sinceros em afirmar que, mesmo com certa lentidão em alguns momentos, não ficamos sem conexão. Nem mesmo nos locais mais afastados. Fora das redes Wi-Fi, disponíveis em grande parte apenas nos hotéis, há duas formas de ter internet em Cuba: através dos cartões pré-pagos de internet e com a compra de chip temporário. ​ Os cartões pré-pagos têm o custo de U$ 1 por cada hora de internet e são vendidos em diversos locais, inclusive no aeroporto. Apesar de ser válido por uma hora, a conexão não necessariamente precisa ser pelo tempo integral. Ou seja, você pode desconectar e continuar usando depois, até completar uma hora de uso, quando a conexão será encerrada. Para conectar através do cartão pré-pago, basta seguir as instruções contidas no verso do cartão. Caso você prefira a comodidade de ter internet em tempo integral, você poderá adquirir um chip temporário. Ele deverá ser substituído por seu chip brasileiro, ainda que seu telefone celular tenha capacidades para dois chips, para evitar algum conflito de redes e cobranças desnecessárias em sua linha. O custo do chip temporário é calculado diretamente na Etecsa, de acordo com seu tempo de permanência em Cuba. Após esse período, ele poderá ser descartado, pois perderá a validade. Se preferir, você poderá adquirir seu chip antes e retirar no momento do desembarque, diretamente no aeroporto, após os procedimentos migratórios. Basta clicar aqui.
  • Qual a documentação necessária
    Viajar requer organização, não tem jeito! E para complicar ainda mais a vida dos viajantes, cada país possui uma regra diferente no que diz respeito à documentação necessária. Mas, por sorte, Cuba possui regras bem simples! Confira abaixo a documentação necessária para ingressar na ilha: CERTIFICADO INTERNACIONAL VACINA FEBRE AMARELA A vacina da Febre Amarela deve ser tomada, no mínimo, dez dias antes da data de embarque para ter validade. Porém, após a vacinação, é necessário fazer um cadastro no site da Anvisa que, em até 10 dias úteis, retorna com o Certificado Internacional via e-mail. Ou seja, é preciso tomar a vacina com maior antecedência para não correr o risco de atrasar o documento. Em alguns Estados há Unidades Básicas de Saúde que vacinam e emitem o Certificado Internacional na hora (com a observação de validade a partir de 11 dia de vacinação). Para consultar as UBS em sua região, consulte a Secretaria da Saúde local. Para emitir o Certificado Internacional no site da Anvisa, clique aqui para solicitar. DECLARAÇÃO DO VIAJANTE Para facilitar os trâmites no aeroporto, é obrigatório preencher a Declaração do Viajante disponibilizada pelo Ministério do Turismo de Cuba. O documento pode ser preenchido a partir de 72h antes da viagem e pode ser apresentado impresso ou no telefone celular, pois a leitura é feita via QR-Code. Clique aqui para preencher o documento. PASSAPORTE Em Cuba não há exigência quanto ao tempo de validade do Passaporte para entrar no país. A única exigência é que ele seja válido por todo o período da viagem. Ainda não tem Passaporte? Clique aqui e solicite o seu! SEGURO SAÚDE Apesar de garantir a cobertura em todo mundo, a grande maioria dos cartões de crédito não atende Cuba. Por isso, informe-se, junto à sua administradora para ter certeza que estará coberto na ilha. Caso você necessite emitir Seguro Saúde, teremos prazer em ajudá-lo a encontrar o seguro que melhor se encaixa no seu perfil de viagem. TARJETA DE TURISTA Sim, precisa de Visto para ir pra Cuba. Também conhecido como Tarjeta de Turista, o documento pode ser adquirido via Consulado de Cuba, via agências parceiras, ou diretamente no balcão da cia aérea no momento do check-in, caso haja disponibilidade. Se você quiser embarcar tranquilo e sem preocupações, nós podemos emitir o Visto para você e enviar via Correios, pois a Vou pra Cuba é cadastrada no Consulado de Cuba. Clique aqui e solicite o seu.
  • Qual moeda levar?
    Desde a unificação da moeda, em janeiro de 2022, as mudanças em Cuba têm sido constantes. Os cartões de crédito, por exemplo, que antes não tinham aceitação na ilha, agora, em alguns locais, são a única forma de pagamento disponível. Por mais estranho que seja, afinal, Cuba vive sob um bloqueio americano há muitos anos, a dupla perfeita pra pagamentos na ilha no momento é formada por Cartão de Crédito e Dólares Americanos. Ficou confuso? Clique aqui e saiba tudo em detalhes.
  • Pode levar medicamentos para Cuba?
    Pode e deve! Cuba possui um sistema médico bastante distinto do brasileiro e atua fortemente na medicina preventiva. Desse modo, tomar remédios nem sempre é a primeira solução dada pelos médicos cubanos. E, nos casos onde os medicamentos são necessários, é preciso de receituário para comprar. Além disso, Cuba passa por uma crise bastante séria de desabastecimento que tem impedido alguns ítens, inclusive medicamentos, de chegarem na ilha. Por conta disso, é muito importante que cada viajante leve pra Cuba todo e qualquer remédio que possa precisar durante sua estadia. Recomendamos também que, se possível, os viajantes levem medicamentos à mais para que possam ser doados, seja nas casas de hospedagem ou nos hospitais.

Dúvidas mais comuns

  • Como se deslocar em Cuba?
    Talvez essa seja uma das maiores dificuldades de quem vai viajar para Cuba. Mas, por incrível que pareça, os deslocamentos internos na ilha são bastante simples. No entanto, por conta da pandemia alguns serviços ainda não foram retomados, inclusive os voos internos. Sendo assim, as melhores opções são os táxis ou ônibus. ​ Os deslocamentos em ônibus são feitos pela Viazul. A empresa pertence ao governo cubano e atende a maior parte das cidades. Nos trechos em que não há ônibus, é preciso combinar mais de uma linha ou, até mesmo, um táxi. As passagens podem ser compradas diretamente no site da empresa, via cartão de crédito. Para comprar e/ou saber os trechos atendidos, clique aqui. ​ Para quem deseja mais conforto, os deslocamentos podem ser feitos em táxi. Na Vou pra Cuba temos uma equipe de motoristas parceiros, todos devidamente registrados e regularizados pelo governo cubano. Nessa modalidade de transporte o motorista busca o viajante em seu local de preferência e deixa em seu local de destino. Também podem ser combinadas paradas durante o trajeto, city Tours e passeios. Apesar da maioria dos voos internos estarem fora de operação no momento, há alguns destinos que são atendidos por empresas cubanas de aviação, como, por exemplo, o trecho Havana a Santiago de Cuba, uma das mais longas distâncias a serem percorridas.
  • Como ter internet em Cuba
    Ao contrário do que muitos pensam, tem internet em Cuba! A velocidade e a qualidade da conexão não são as mesmas que estamos acostumados no Brasil. Mas sim, há formas de você ficar conectado durante sua viagem sem precisar gastar com Roaming. ​ ​Nós, da Vou pra Cuba, precisamos estar sempre conectados. E, somos sinceros em afirmar que, mesmo com certa lentidão em alguns momentos, não ficamos sem conexão. Nem mesmo nos locais mais afastados. Fora das redes Wi-Fi, disponíveis em grande parte apenas nos hotéis, há duas formas de ter internet em Cuba: através dos cartões pré-pagos de internet e com a compra de chip temporário. ​ Os cartões pré-pagos têm o custo de U$ 1 por cada hora de internet e são vendidos em diversos locais, inclusive no aeroporto. Apesar de ser válido por uma hora, a conexão não necessariamente precisa ser pelo tempo integral. Ou seja, você pode desconectar e continuar usando depois, até completar uma hora de uso, quando a conexão será encerrada. Para conectar através do cartão pré-pago, basta seguir as instruções contidas no verso do cartão. Caso você prefira a comodidade de ter internet em tempo integral, você poderá adquirir um chip temporário. Ele deverá ser substituído por seu chip brasileiro, ainda que seu telefone celular tenha capacidades para dois chips, para evitar algum conflito de redes e cobranças desnecessárias em sua linha. O custo do chip temporário é calculado diretamente na Etecsa, de acordo com seu tempo de permanência em Cuba. Após esse período, ele poderá ser descartado, pois perderá a validade. Se preferir, você poderá adquirir seu chip antes e retirar no momento do desembarque, diretamente no aeroporto, após os procedimentos migratórios. Basta clicar aqui.
  • Qual a documentação necessária
    Viajar requer organização, não tem jeito! E para complicar ainda mais a vida dos viajantes, cada país possui uma regra diferente no que diz respeito à documentação necessária. Mas, por sorte, Cuba possui regras bem simples! Confira abaixo a documentação necessária para ingressar na ilha: CERTIFICADO INTERNACIONAL VACINA FEBRE AMARELA A vacina da Febre Amarela deve ser tomada, no mínimo, dez dias antes da data de embarque para ter validade. Porém, após a vacinação, é necessário fazer um cadastro no site da Anvisa que, em até 10 dias úteis, retorna com o Certificado Internacional via e-mail. Ou seja, é preciso tomar a vacina com maior antecedência para não correr o risco de atrasar o documento. Em alguns Estados há Unidades Básicas de Saúde que vacinam e emitem o Certificado Internacional na hora (com a observação de validade a partir de 11 dia de vacinação). Para consultar as UBS em sua região, consulte a Secretaria da Saúde local. Para emitir o Certificado Internacional no site da Anvisa, clique aqui para solicitar. DECLARAÇÃO DO VIAJANTE Para facilitar os trâmites no aeroporto, é obrigatório preencher a Declaração do Viajante disponibilizada pelo Ministério do Turismo de Cuba. O documento pode ser preenchido a partir de 72h antes da viagem e pode ser apresentado impresso ou no telefone celular, pois a leitura é feita via QR-Code. Clique aqui para preencher o documento. PASSAPORTE Em Cuba não há exigência quanto ao tempo de validade do Passaporte para entrar no país. A única exigência é que ele seja válido por todo o período da viagem. Ainda não tem Passaporte? Clique aqui e solicite o seu! SEGURO SAÚDE Apesar de garantir a cobertura em todo mundo, a grande maioria dos cartões de crédito não atende Cuba. Por isso, informe-se, junto à sua administradora para ter certeza que estará coberto na ilha. Caso você necessite emitir Seguro Saúde, teremos prazer em ajudá-lo a encontrar o seguro que melhor se encaixa no seu perfil de viagem. TARJETA DE TURISTA Sim, precisa de Visto para ir pra Cuba. Também conhecido como Tarjeta de Turista, o documento pode ser adquirido via Consulado de Cuba, via agências parceiras, ou diretamente no balcão da cia aérea no momento do check-in, caso haja disponibilidade. Se você quiser embarcar tranquilo e sem preocupações, nós podemos emitir o Visto para você e enviar via Correios, pois a Vou pra Cuba é cadastrada no Consulado de Cuba. Clique aqui e solicite o seu.
  • Qual moeda levar?
    Desde a unificação da moeda, em janeiro de 2022, as mudanças em Cuba têm sido constantes. Os cartões de crédito, por exemplo, que antes não tinham aceitação na ilha, agora, em alguns locais, são a única forma de pagamento disponível. Por mais estranho que seja, afinal, Cuba vive sob um bloqueio americano há muitos anos, a dupla perfeita pra pagamentos na ilha no momento é formada por Cartão de Crédito e Dólares Americanos. Ficou confuso? Clique aqui e saiba tudo em detalhes.
  • Pode levar medicamentos para Cuba?
    Pode e deve! Cuba possui um sistema médico bastante distinto do brasileiro e atua fortemente na medicina preventiva. Desse modo, tomar remédios nem sempre é a primeira solução dada pelos médicos cubanos. E, nos casos onde os medicamentos são necessários, é preciso de receituário para comprar. Além disso, Cuba passa por uma crise bastante séria de desabastecimento que tem impedido alguns ítens, inclusive medicamentos, de chegarem na ilha. Por conta disso, é muito importante que cada viajante leve pra Cuba todo e qualquer remédio que possa precisar durante sua estadia. Recomendamos também que, se possível, os viajantes levem medicamentos à mais para que possam ser doados, seja nas casas de hospedagem ou nos hospitais.
bottom of page